quinta-feira, 15 de setembro de 2016

"Silêncios... de Linda Neto" por anna netto

Poesia - Setúbal - Portugal
Convite publicado na 
Associação Casa da Poesia de 
Setúbal
http://casapoesiasetubal.
blogspot.pt/2016/09/
lancamento-do-livro-silencios.html
Poemas - Setúbal - Portugal
C O N V I T E
Estejam presentes no próximo dia 17 de Setembro sáb. às 16 horas, 

na Biblioteca Municipal de Setúbal,
para a apresentação do livro Silêncios...
 1.º livro de poesia da nossa querida Professora de Oficina de Poesia, Linda Neto.


domingo, 11 de setembro de 2016

 Na rubrica ao lado, à direita: E ainda pode ver... Concertos em férias:
Virgul Guida de Palma” e Maria João Matospor anna netto em http://unisetifotografiamultimedia.blogspot.pt

domingo, 28 de agosto de 2016

"Quem Sou - António Alberto" por anna netto

António Alberto, faz anos hoje dia 28-08! Parabéns!
 A 03-06-2016, no lançamento do seu livro "Quem sou" disse;
"Eu vivia fechado numa concha e hoje já não vivo, antes pelo contrário...
O meu maior desejo é que vocês me conheçam bem.
E como vocês me vão conhecer bem?

Comprando o meu livro Quem sou e leiam-no!"


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

"Convívios em férias" por anna netto

São fantásticos trabalhos feitos à mão, apenas com jornais e revistas,
com toda a dedicação e carinho, pela nossa Querida Amiga
Fátima Santiago.
22-08-2016
Compraria este Chapéu?
Compraria esta Mala?


sábado, 13 de agosto de 2016

"Abnegação" por anna netto

A propriedade de ninguém...
A propriedade de alguém.
Dispõem dela muito bem e só pagam...
no além?
Lembras-te disso avó?
Lembras-te disso... mãe?
E nada-se igual nesse vai vem.
Dá arrepios pensar em terrenos baldios
e descuidados... mas porque razão?
Tu sabes o que se passou?
Não sabes, eu cá também não.
É apenas a solução, a vossa solução definitiva
que surgiu rápida e activa como adivinhação
esperou o fogo e a combustão
esperou as lágrimas e o verão.
Não faremos expropriação
nem tão pouco ocupação.
Oh almas de voluntariado
solidário temporário e generoso
a cuidar e a proteger como um operário zeloso
ou como uma mãe dedicada
que de tão altruístas conquistam bens privados
preocupados com os efeitos higiénicos
de limpeza para a causa comum.
Que beleza Senhor!
Será que cada um terá tanto amor pra dar, tanta orientação...
Será que cada um cuidará só por integridade e abnegação?
Tomam a posse pra cuidar
Tomam a posse pra zelar
e não o fizeram antes naquilo que era seu.
Porquê Senhor? Ninguém entendeu.
Já existia neles o amor.
Já existia neles... a certeza da verdade e da convicção
e não agiram não.
Não podem confirmar a ascendência e a descendência.
Não podem confirmar uma ausência em permanência.
Não podem confirmar o local de residência ou a incapacidade.
Mas há solidariedade e o bem-fazer sem temer cometer injustiças.
Sabes disso avó, sabes disso... mãe.
Será o que lhes convém?
Vão “opar”, vão obrigar a vender pelo seu preço,
e até sem dono nem endereço, deixam passar o tempo
para dar tempo a outro começo e aquela lei,
há muito tempo feita bem escorreita.
A posse é temporária.
A propriedade é de ninguém e passará a ser de alguém?
E o que farão com ela?
Estarão só à espreita da porta aberta ou da janela?
Alguém entrará por ela.
Cuidado, aqui não haverá ladrão autorizado 
é só a solução provisória. E no seu entender 
a qualquer momento, tudo ainda poderá reverter 
e voltar a ser do dono legítimo. Não há que temer!
Mas terá de o saber para o comprovar.
Há que comunicar.
Sem conhecimento não há validação.
O amor extremo cega o coração
e essa propriedade carece de identidade.
Não pode ser comprada se não é vendida.
A propriedade não veio do nada
e será sempre a história e a vida de alguém.
Como a tua Avó, como a tua... Mãe.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

No dia 08-08-2016, o nosso habitual convívio onde a Amizade é a rainha.
Próximo convívio dia  22-08-2016.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

        
Como sempre 
Sejam bem-vindos ao nosso espaço!
Continua... a magia da nossa amizade.
Próximo convìvio dia 8 de Agosto de 2016